A Organização Internacional de Universidades para o Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (OIUDSMA) pretende atuar como uma rede de instituições universitárias que tenham entre seus objetivos prioritários o desenvolvimento de programas docentes e de pesquisa no campo do Meio Ambiente e o Desenvolvimento Sustentável.
A partir de diferentes foros internacionais e mais concretamente desde a celebração da Conferência Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento do Rio de Janeiro-1992, em sua denominada AGENDA-21, se previa a incorporação de diversas instituições, entre elas as Universidades, a desenvolver inciativas em uma linha de apoio aos acordos desta magna Conferência
Por isso, em novembro de 1995, as Universidades: Latina de Costa Rica, Valencia (España) y Granada (España), co-organizaram o I Congresso de Universidades que debateu e aprovou a Declaração de San José, que inspirou a criação da Organização Internacional de Universidades para o Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (OIUDSMA), que foi assinada por 20 Universidades principalmente iberoamericanas.
Deste modo, naquele momento se resolveu celebrar o II Congresso da OIUDSMA na Universidade de Granada (Espanha) em Dezembro de 1997 e uma primeira confeência de Reitores, que permitiria a consolidação e ampliação da OIUDSMA na Universidade Privada de Tacna (Peru) em Dezembro de 1996. Posteriormente aconteceu o III Congresso da Rede na Universidade de Valencia (Espanha), em Novembro de 1999, e recentemente, em Outubro foi realizado o IV Congresso na Universidade de Valparaiso (Chile). No final de 2004, realizou-se o V Congresso na Universidade Politécnica da Nicarágua.
A composição de uma rede com estas características se justifica entre outras razões, pelas chamadas que faz a denominada Agenda-21, elaboradas durante a Conferência da Rio-92, as diversas Instituições, entre outras, as Universidades, para incorporar-se ao cumprimentos dos objetivos desta Conferência, sobre desenvolvimento sustentável e meio ambiente. Assim se aceita expressamente que é prioritário, a “transferência de tecnologia ecologicamente racional, cooperação e aumento da capacidade”, e dentro deste objetivo destaca esta agenda de atividades tais como:
   -“Estabelecimento de redes de informação internacionais que vinculem os sistemas nacionais, sub-regionais, regionais e internacionais”.
  - “Apoio e fomento ao acesso a transferência de tecnologia”.
   - “Apoio aos programas de cooperação e assistência”.
   - “Estabelecimento de uma rede de colaboração de centros de investigação”
Em conseqüência se pretende envolver cada vez mais as Universidades no desenvolvimento de atividades docentes e de pesquisa que tenham como objetivos a consolidação do conceito de desenvolvimento sustentável e a análise e contribuição de soluções no campo do meio ambiente. Entendendo que ambos encargos devem ser de plena competência das Universidades em seu papel de instituições integradas e dispostas a comprometer-se na solução dos problemas de seu entorno social e econômico, em diversas escala locais, nacionais e internacionais.
 

José Luis Rosúa Campos. Secretario Executivo Rede OIUDSMA